10 passos para um Feedback de Excelência

10 passos para um Feedback de Excelência
Feedback, você sabe como aplicar essa ferramenta de forma que atinja os melhores resultados com a sua equipe? Você consegue identificar o perfil do seu liderado, a ponto de lhe dar uma crítica e esta ser positiva para ele? Vem comigo que vou te dar 10 passos para um Feedback de Excelência! Primeiramente, dar Feedback é realizar uma crítica construtiva, significa dar um retorno a alguém sobre algo que aconteceu, com o objetivo de instigar uma melhoria no seu comportamento ou desempenho. Essa crítica pode ser tanto relacionada aos seus Pontos Positivos quanto aos de Melhoria. A princípio o termo feedback foi utilizado pela NASA (National Aeronautics and Space Administration) na época em que os foguetes eram teleguiados, sendo pilotados apenas pela Central de Controle. Nessa situação, os foguetes, já em sua trajetória para o alvo determinado, emitiam um sinal para a NASA indicando seu posicionamento e direção e a NASA interpretava esse sinal e, em Feed Back, o devolvia, redirecionando o foguete para atingir o alvo. Em outras palavras, o Feedback é um procedimento de reorientação para que o colaborador não erre o alvo. É importante diferenciar o Feedback de Melhoria da Crítica Destrutiva. São retornos totalmente diferentes. O Feedback de Melhoria sempre conta com fatos e exemplos específicos, e seu objetivo está ligado ao aprimoramento do desempenho do colaborador. A Crítica Destrutiva é formada por comentários generalizados e subjetivos, apontando com frequência características pessoais. O resultado desse tipo de crítica é um profissional desencorajado e sem orientação definida para a mudança. Prefira dizer “você precisa entregar os relatórios em dia” ao invés de “você não possui foco em resultado”. Seguem então 10 passos para um Feedback de Excelência:
  1. Tenha um relatório de alinhamento
Antes de realizar o feedback, já tenha por escrito o que precisa ser mudado e o motivo da mudança.
  1. Deixe claro os objetivos que ele precisa atingir
Reflita antes sobre qual resultado você deseja que seu colaborador atinja e seja claro: “estou realizando esse feedback por que preciso que você atinja esse resultado”. Não foque naquilo que é negativo, mas sim na exposição positiva. Prefira dizer “preciso que você chegue no horário a partir de segunda-feira”, ao invés de “quero que você pare de ser impontual, chegando todos os dias atrasado”.
  1. Ajuste-se ao tipo de receptor de feedback do seu liderado
Nem todos tem uma boa capacidade para receber um alto volume de críticas. Segundo Roland e Francis Bee, existem pessoas do tipo “Balde”, “Copo” e “Cálice”. As do tipo “Balde” são as melhores para receber feedback, na verdade algumas vezes elas até adiantam-se e pedem dicas para melhorar seu desempenho. Mas cuidado, no meio dessas pessoas, existem também as chamadas “Baldes Furados” onde elas recebem com boa receptividade e atenção as críticas, mas não mudam. Tudo escorre por entre suas brechas. Por sua vez, as pessoas do tipo “Copo” tem até a capacidade de receber algumas críticas, mas não muito, então recomenda-se realizar apenas algumas por vez. E temos as do tipo “Cálice”, que são um pouco mais difíceis, só suportam uma crítica por vez. É importante analisar o perfil do colaborador antes de realizar os feedbacks para compreender o quanto ele tem capacidade de absorver e, assim, escolher a melhor abordagem.
  1. Escolha um local apropriado
Escolha um local em que vocês não possam ser interrompidos nem ouvidos por terceiros. Crie um ambiente propício para que você seja compreendido e aceito, permita que o avaliado também possa expressar o que está ocorrendo para que seu desempenho esteja da forma que está e permita também que ele possa realizar uma crítica, abrindo assim uma via de mão-dupla.
  1. Aprenda a comunicar-se
A transmissão da mensagem possui três aspectos, sendo que o conteúdo do que você diz corresponde a 7% da mensagem, o como você diz (ênfase, volume e ritmo da voz) a 38% e, finalmente, sua linguagem corporal (expressão do rosto, postura, contato visual) corresponde a 55% da comunicação. Saber transmitir uma linguagem corporal positiva e aprender a como repassar a mensagem é ainda mais importante do que todo o conteúdo repassado. Aprender a comunicar-se é uma verdadeira arte.
  1. Descreva o comportamento que precisa ser mudado
Dê exemplos com precisão do que você viu e ouviu a pessoa dizer, não tente ler emoções, por exemplo, diga “você estava falando muito alto com o cliente naquele dia”, ao invés de “você estava muito irritado com o cliente naquele dia”. Evite também desqualificar a pessoa dizendo “quem faria algo tão estúpido?”.
  1. Descreva o comportamento desejado
Seja claro na sua expectativa de comportamento, diga “eu espero que você responda aos telefonemas/mensagens dos clientes em até 24 horas”.
  1. Procure soluções conjuntamente para o Feedback
Realizar mudanças não é algo tão fácil, então ofereça ajuda. Por exemplo, se a pessoa costuma atrasar entregas, sugira subdividir as tarefas para que ela tenha pequenas entregas que possam ser programadas. Peça sugestões sobre a melhor forma dela entregar suas atividades.
  1. Utilize a técnica PMP (Pontos Positivos, de Melhoria e Positivos)
Comece o feedback listando os pontos positivos do colaborador, isso faz com que ele se desprenda para o momento. Em seguida, deixe claro que os pontos de melhorias citados devem ser entendidos como um instrumento para melhorar o comportamento e o desempenho dele. E por último, encerre com outros pontos positivos para que o avaliado receba o feedback como algo para seu crescimento.
  1. Estabeleça um Plano de Ação para o Feedback
Após o colaborador concordar com o que foi exposto, estabeleça um Plano de Ação com prazos definidos e ações que visem potencializar o desempenho e sanar os gaps dele, para que ao fim desse prazo vocês consigam ver a diferença entre o atual comportamento e o desejado. O feedback é uma ferramenta poderosa quando se trata de mudança de comportamento. Saber criticar de forma positiva é essencial para um líder de excelência elevar sua equipe a outro patamar de resultados. Quer saber mais sobre gestão financeira e mercado empresarial? Acompanhe nossos conteúdos. Quer chegar a outro patamar de resultados com sua equipe? Conte conosco! Marcela Quitara – Consultora Associada 

Gomes de Matos Consultores Associados

Related Posts

Deprecated: Tema sem comments.php está obsoleto desde a versão 3.0.0 sem nenhuma alternativa disponível. Inclua um modelo comments.php em seu tema. in /home/customer/www/gomesdematos.com.br/public_html/wp-includes/functions.php on line 5411
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *